quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

O papel do Estado como indutor do crescimento econômico






As crises financeiras enfrentadas pelo sistema econômico atual demonstraram de forma bastante clara que a antiga ideia do Estado ausente, quase sem nenhuma função econômia direta ou indireta,  encontra-se superada. Hoje o Estado tem um papel não apenas fiscalizador, mas também indutor da atividade econômica.

Tendo em vista o desenvolvimento de tal função, o Estado de Pernambuco, como não poderia ser diferente, conta com uma série de órgãos e entidades capazes de atuar como verdadeiras agências de fomento da atividade econômica. Somam-se aos órgãos estaduais os órgãos federais e municipais que também atuam no fomento econômico.

Nossos próximos posts tentarão fazer uma breve análise dos principais órgãos e entidades estatais que atuam como indutores do desenvolvimento da economia pernambucana e que podem ser de grande valia para os que desejam investir em Pernambuco, que muitas vezes não utilizam os programas de incentivo e financiamento existentes por puro desconhecimento. Aqui tentaremos fazer um pequeno guia dos principais programas oferecidos pelos órgãos que serão analisados nos posts. Um guia para consulta rápida, mas com informações práticas e diretas.

Vamos então nos próximos posts tentar entender e conhecer as atividades e programas desenvolvidos por órgãos e empresas como a Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco - CONDEPE/FIDEM, Pernambuco Participações e Investimentos S/A - Perpart, IPA-Instituto Agronômico de Pernambuco, Banco do Nordeste do Brasil, dentre outros.




Nenhum comentário:

Postar um comentário